LuMoraes

"Me encante com uma certa calma, sem pressa. Tente entender a minha alma". Pablo Neruda

Textos


 

Mãe...
Deste-me a tua MÃO acolhedora 
e me conduziste pelos caminhos do bem,
Deste-me o CORAÇÃO e a 
VIDA,
Ele bate porque tem AMOR
e foi você quem me ensinou a amar
Ele bate agora de TRISTEZA
porque me ensinaste tudo na vida,
menos a viver sem você,
mas bate também de ALEGRIA
por você ter me escolhido como filha
Ele bate em AGRADECIMENTO
por sua doação, afeto, respeito,
carinho, dedicação, compreensão,
amizade, sinceridade, lealdade
e amor incondicional.
São tantas as qualidades que você
tem, Mãe, 
que não caberiam em
um livro de mil páginas.

Perdoe-me pelo meu egoísmo,
eu queria tê-la aqui comigo agora,
mesmo sabendo-a sem forças para lutar
contra aquela doença tão ingrata, mas
saiba que o seu sofrimento  também foi meu.

Pudera eu também aliviar a sua dor.
Mãe, suas últimas palavras
Que Nossa Senhora
proteja você, minha filha”
ficarão, para sempre,
na minha m
ente.
Obrigada pela honra de tê-la como MÃE!
Deus a levou para outra morada e fez
meu mundo ficar menos colorido,
mas não a tirou de mim, do meu coração.

EU TE AMO, minha linda, minha Cidinha, meu bebê!

 
05/05/2019
Lucia Moraës
Enviado por Lucia Moraës em 12/05/2019
Alterado em 15/05/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras