LuMoraes

"Me encante com uma certa calma, sem pressa. Tente entender a minha alma". Pablo Neruda

Textos


(imagem Google)


Ao Sabor do Vento
https://youtu.be/VQimEYIwXDo



 
Baixei a guarda,
cedi,
entreguei-me,
deixei-me guiar,
submeti-me,
ofereci-me,
não neguei,
dei-me por vencida,
saboreei teus beijos,
deixei-me dominar,
abandonei-me em teus braços,
dei trégua, aceitei,
deixei-me ser domada,
sensibilizei-me com o teu chamado,
curvei-me ao teu pedido,
atendi ao teu apelo,
galopei, ao sabor do vento,
revelei-te o meu desejo,
soltei-me e livrei-me dos medos,
deixei-me envolver,
vibrei cada momento que me propiciaste,
conectei-me,
libertei-me de tudo que me prendia,
mostrei  meu lado sensual,
misturei  meu cheiro com o teu,
rendi-me ao teu prazer,
na relva suave  do teu corpo,
bebi da seiva do teu orvalho,
...harmonizei-me com o teu ser!
 

 
Agradeço ao amigo poeta - POETA OLAVO
  pelo carinho da interação

 
Não existe nada mais sublime
Do que lhe sentir por dentro
Amar assim não é crime
Nem ter prazer neste momento.






Obrigada pelo acesso. Deixe o seu comentário
para que eu possa retribuir o carinho da sua visita.

 
Lucia Moraës
Enviado por Lucia Moraës em 01/09/2019
Alterado em 06/10/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras