LuMoraes

"Me encante com uma certa calma, sem pressa. Tente entender a minha alma". Pablo Neruda

Textos


(Imagem Google)


EM TEMPOS DE PANDEMIA


MULHERES GENIOSAS 
Nº 44 DA SÉRIE


PIADINHAS DA LOLA DE PAVIO CURTO
(Tolerância Zero)



 
Meus queridos leitores, sabemos que essa pandemia pela qual estamos passando é coisa séria. O que a Lola pretende aqui, com essa página, não é fazer piada da situação, mas, sim, usar o humor como uma ferramenta importante para encararmos com mais leveza os desafios impostos pelo isolamento social, recomendado para conter a propagação do coronavirus.
É só para descontrair!






Lockdown 
Amiga:Lola, você também percebeu que mesmo o país fazendo o “Lockdown”, as pessoas continuam andando pelas ruas, desobedecendo as leis de distanciamento social?
Lola: Amiga, com esse nome “Lockdown” no Brasil não vai dar certo. Agora põe o nome em português, “Tranca-Rua”, que ninguém vai se atrever sair de casa!



Cuidando-se
Amiga:- Lola, você está se cuidando contra o “coronavirus”, em casa?
Lola:-  Com certeza, amiga, estou me cuidando isolada, em casa, quero ser uma “coroaviva”.




Cupido em Tempos de Pandemia
Amiga:- Lola, ontem fui ao supermercado para a minha avó e acho que o cupido me flechou.
Lola:-  Amiga, não se iluda, se o cupido já errava antes, imagina agora com todo mundo mascarado!




Minha “Live”
Amiga:- Lola, o que você tem feito para passar o tempo, ficando o dia todo em casa, sem poder sair?
Lola:- Eu tenho feito “lives” construtivas.
Amiga:- Mesmo?
Lola:- Sim, não perca amanhã minha “live” ensinando fazer origami com boletos.




Tô Nem Ai!
Amiga:- Lola, do jeito que as coisas estão caminhando, com essa crise, vamos ter que pensar duas vezes pra fazer compras no supermercado.
Lola:- Amiga, não  nem ai pra crise, ontem comi picanha, hoje camarão e amanhã vou de galinha caipira. Você conhece outros sabores de MIOJO?




Nunca Vi!
Amiga:- Lola, quem diria que o coronavirus transformaria até Roma em cidade fantasma, não é?
Lola:-  É verdade, amiga, eu nunca vi a Praça de São Pedro tão vazia...mas também nunca vi cheia porque eu nunca fui à Roma!




Anjinhos!
Amiga:- Lola, aqui no meu prédio eu tenho visto muitos pais surtando com os filhos em casa, que não podem ir à escola e têm que estudar à distância.
Lola:-  Pois é, amiga, eu fico aqui pensando nesses pais que iam à escola bater e reclamar dos professores, como estão se virando agora com seus anjinhos em casa...e agora não dá para terceirizar!




Tédio!
Amiga:- Lola, já não sei mais o que fazer para passar o tempo, confinada, aqui em casa.
Lola:-  Eu sei , amiga, no 10º dia de isolamento eu já me peguei discutindo comigo mesma e, então, desbloqueei o meu ex para poder brigar com ele e acabar com o tédio.




Não Acredito!
Ele:- Eu não acredito que você foi pra rua assim!!!!
Ela:- De calcinha e sutiã? Ah, sim, é porque toda hora que eu entro em casa tenho que tirar a roupa e colocar pra lavar, assim economizo no sabão e energia.
Ele:- Sua “loka”, você foi sem máscara!!!




Rodizio!
Amiga:- Lola, eu li na internet que para não causar tumulto com a liberação da quarentena, o governo está estudando a adoção de rodizio.
Lola:-  Como assim?!
Amiga:- 2ª, 4ª e 6ª-feira, não circulam quem já teve: vitrola, televisão de tubo, máquina de escrever e fogão com asa. 3ª e 5ª não circulam quem já teve: geladeira vermelha, jarra de abacaxi e telefone com chave. Nos fins de semana não circulam quem acompanhou, ao vivo, a chegada do homem à lua!
Lola:-  Ainda bem que é “fake”, não é, amiga, porque desse jeito vou morrer dentro de casa!




Pesquisa
Ele:- Alô? Bom dia. Meu nome é Pedro e estou fazendo uma pesquisa qualitativa para o jornal da região e gostaria de saber a sua opinião  em relação ao apoio da população ao isolamento social amplo para conter o novo coronavírus Você acha certo que as pessoas fora do grupo de risco deveriam sair para trabalhar?
Lola:-  Eu acho que está todo mundo 50% certo, 50% errado e 100% ferrado. Espero ter ajudado nessa pesquisa.
Ele:- Obrigado. Tenha um bom dia.




Causa da Morte...
Ela:- Amor, eu engordei muito durante a quarentena?
Ele:-  Você nunca foi magra, né?
Causa da morte:- Covid-19




Está Difícil!!!!
Amiga:- Lola, está difícil passar esse período de isolamento, em casa, sem poder ver meu namorado. A saudade é tanta que nem álcool em gel mata.
Lola:-  Amiga, se está difícil pra você, imagina pra quem tem amante e não pode nem falar ao celular por causa da marcação da esposa.




Não Vai a Lugar Nenhum
Amiga:- Lola, você já tentou sair de casa, mesmo com as recomendações para não sair?
Lola:-   Já, mas desisti.
Amiga:- Crise de consciência?
Lola:- Na verdade, eu estava saindo de casa e de repente ouvi a voz do Raul Seixas cantando “ PLUNCT, PLACT, ZUM, não vai a lugar nenhum!”...achei que era um aviso...ai eu voltei...




Lavando as Mãos!
Amiga:- Lola, então,  não saia de casa e não se esqueça de lavar sempre as mãos.
Lola:- Amiga, é só o que eu faço e de tanto lavar as mãos para evitar contaminação por coronavirus  apareceu uma cola que fiz na faculdade em 93.




Misericórdia!
Amiga:- Lola, eu vou deixar de assistir aos noticiários, não aguento mais ver esses políticos lavando roupa suja, sem o mínimo de respeito com o povo e o abuso de poder daqueles que atuam contrariamente ao interesse público.
Lola:-  Amiga, o meu medo é que esses políticos continuem brigando e esqueçam da gente trancados dentro de casa...Misericórdia!!!!!




Fala Sério!!!!
Amiga:- Lola, você ficou sabendo que a NASA alertou para asteróide que pode colidir com a Terra num futuro não tão distante?
Lola:- Fala sério!!...todo mundo melado de álcool e agora vem esse asteróide com fogo no rabo!!! Desse jeito o único organismo vivo no mundo será a rainha Elizabeth!




Que Falta de Atenção!!!
Amiga:- Lola, você está de namorado novo? Quem é esse gato que está na sua casa?
Lola:-  Amiga, voltei do supermercado com o meu namorado e ao tirarmos as máscaras, não é que percebi que trouxe o homem errado?
Amiga:- Que falta de atenção, não é amiga?
Lola:- Pois é, agora vou ter que respeitar a quarentena, não vou poder devolver...




Que situação!
Amigo:- Lola, se essa pandemia não passar logo não sei mais o que vou fazer.
Lola:-  Eu entendo, amigo, os homens estão no seu pior momento: o governo não quer que trabalhe, a esposa não quer em casa e a polícia não quer na rua. Que situação, hein?!




É Só uma Ideia!
Amiga:- Lola, essa pandemia está demorando para passar. Meu Deus, qual será a solução para isso?
Lola:-  Amiga, estou aqui pensando: alguns povos antigos tinham o costume de sacrificar seus políticos aos Deuses para combaterem uma epidemia...sei lá...só estou dando uma ideia...



Uma Tremenda Lição!
Amiga:- Lola, depois que essa pandemia passar, o que será que tiraremos de ensinamento com essa experiência?
Lola:- Uma tremenda lição de humildade para ninguém se atrever a menosprezar o outro. Amiga, imagina aquelas pessoas, com seus diplomas, maestrias e milhares de estudos, trancados em casa, enquanto o coletor de lixo, o caixa de supermercado, o farmacêutico, o enfermeiro, o vigilante e, principalmente, os coveiros, todos seguindo sendo indispensáveis e essenciais para impedir a interrupção de atividades e do fornecimento de insumos e materiais necessários à sobrevivência, saúde, abastecimento e segurança da população, na linha de frente, correndo todos os riscos por nós. Concorda?





E pra terminar, deixo aqui um Aviso às moças de plantão:

Se depois da quarentena alguém te chamar de "GATA"... é porque vc está: GORDA, PELUDA e com BIGODE!

E vou logo avisando também...quando chegar 31/12/2020 se eu vir alguém chorando pelo Ano Velho, não responderei por mim!!!!!


 
Juntos vamos sair dessa... uns gordos, outras grávidas, alguns divorciados e outros...LOUCOSSSS!!!!

 

 




Obrigada pelo acesso. Deixe o seu comentário
para que eu possa retribuir o carinho da sua visita.




  http://www.luciamoraes.prosaeverso.
Lucia Moraës e Desconhecido
Enviado por Lucia Moraës em 09/05/2020
Alterado em 13/05/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras