LuMoraes

"Me encante com uma certa calma, sem pressa. Tente entender a minha alma". Pablo Neruda

Textos


(Imagem google)


Inquietações da Alma...


 
Uma, duas, três horas...é madrugada,
Maldita insônia...estou exausta!
Tomo um relaxante...e nada
O sono não vem, nem com reza brava.

Ligo a tv...na tela só vejo você.
Tento escrever...não sei o que dizer.
Sinto, mas, as palavras não vêm,
Inquietações da alma...o que fazer?

Melhor seria se estivesses aqui,
Mas, se estivesses, o que iria dizer?
O que me angustia é essa distância,
Que também distancia o teu querer.

O meu, bem sabes, é imenso,
Mas, o teu, eu nunca vou saber.
Se isso me faz sofrer, então, eu penso
Como fazer para, de vez, te esquecer?


Extraído do Meu Baú de Memórias


 
Obrigada pelo acesso. Deixe o seu comentário
para que eu possa retribuir o carinho da sua visita.





http://www.luciamoraes.prosaeverso.
Lucia Moraës
Enviado por Lucia Moraës em 12/07/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras